Archive for março, 2014

Para curtir no Rio

27 mar

Para ver

Um musical de para filho nasceu de uma grande pesquisa acerca dos conflitos adolescentes e do choque de gerações (atual, e os “pais” da atual).

A peça conta a história de uma incrível viagem a memória dos pais passando por exemplo pelos supermercados (Disco e Casa da Banha), Mesbla, poupança Bamerindus, liquidação do lápis vermelho do barra shopping, desodorante avanço, bonecas bem me quer da estrela, He-man, She-ra, Os Trapalhões, Shampoo Colorama, Seriado Barrados no Baile, LP Sol de Verão Internacional, entre outros. O espetáculo tem dezoito atores que cantam, dançam e interpretam.

Sábado, às 19h | Ingressos: R$20,00 (inteira) e R$10,00 (meia)

Informações

Para aprender

O evento Celebrando o Cérebro 2014 diferentes visões do mundo na FioCruz aborda os mistérios e neurovisões do cérebro acontece no dias 28 ( das 9h as 16h30) e 29 (10h as 16h) de março.

Para a criançada se divertir, terão atividades interativas e divertidas sobre percepção, linguagens, matemática, cognição, artes visuais e muito mais.

Informações

Para ouvir

O Grupo de Contação de Histórias “Escuta Só” tem um talento especial para envolver em suas histórias maravilhosas as crianças e os adultos!

Estão sempre marcando presença em vários locais da cidade (mas viajam o país inteiro também) para garantir diversão de qualidade para as crianças e para toda a família.

No sábado, dia 29 tem apresentação do espetáculo “O ouriço” às 17h na Livraria da Travessa de Ipanema

Informações Livraria Travessa – Ipanema

E no dia 30, domingo é a vez do espetáculo “ Agora” livraria da Travessa da Barra da Tijuca às 17h.

Informações Livraria Travessa – Barra

Para rir

O Teatro Municipal de Marionetes Carlos Werneck de Carvalho, localizado no Flamengo, receberá todos os finais de semana desse período espetáculos infantis com palhaços, marionetes e outras figuras importantes do imaginário circense.

As atrações e atividades acontecem aos sábados e domingo começarão sempre às 11h.

Informações

 
 

Papel de parede no quarto das crianças

25 mar


Usar papel de parede no quarto das crianças é uma ótima opção para deixar o ambiente muito mais bonito e aconchegante. Atualmente, existem varias opções de estampas, as empresas vem inovando convidando designers para assinar coleções para, assim, conquistar arquitetos, pais e, claro, as crianças!Vamos conhecer algumas delas?

Bobinex, lançou a coelção Infantário, assinada pela Designer Vanessa Guimarães, referência no assunto e inspira mães e crianças em busca do quarto dos sonhos desde 1996. A coleção infantil é composta por oito linhas com muitas possibilidades de combinações: Bonecas, Borboletas, Casinhas, Henrique, Robotic, Selva, Transportes e Varal. Cada tema ganhou desenhos criativos, cores vibrantes e lúdicas, que seduzem dos românticos aos mais moderninhos. O grande diferencial dessa coleção é a praticidade da limpeza, pode ser feita com pano úmido, álcool ou água e sabão.

Papéis de parede em estampas Xadrez. Essa é a proposta de padronagem clássica da Celina Dias Bebê. A loja também oferece móveis, enxoval e objetos de decoração. Um resultado que traz harmonia e sofisticação ao quarto dos pequenos.

Os papéis de parede da Casa Rima podem ser customizados pelos pais ou pela criança – que faz um desenho para se tornar estampa do quarto ou, até mesmo, pede o tema que gostaria que fizesse parte do papel de parede. Além disso, há estampas do próprio catálogo da empresa, com várias opções fofas e coloridas, que os pequenos irão adorar.

 
 

Para curtir no Rio…

20 mar

Para se divertir

As Float Balls são o mais novo equipamento turístico da Lagoa. A ideia das Bolas Flutuantes vem África do Sul, onde os barcos foram criados para a Copa do Mundo de 2010.
Elas saem do Estádio de Remo da Lagoa, bem em frente ao Cinépolis Lagoon.
As Float Balls têm espaço para até 10 pessoas e navegam, com o motor Torqeedo, a até 4,5 nós, além de serem equipadas com TV de LED, minibar, Internet Wi-Fi e som digital.
O passeio dura cerca de 20 minutos. O valor do ingresso é de R$20,00 e crianças de até 10 anos pagam meia. | Horários: Segunda à Sexta: 10:00h às 15:00 – 18:00 às 22:00hs
Sábados, Domingos e Feriados – 10:00hs às 22:00hs

Informações

Para acelerar

O Top Kart Indoor oferece pistas de corrida para até 12 participantes, com a cronometragem da Fórmula 1. Os participantes devem ter, no mínimo, 1,45 metro. Além disso, o espaço oferece salão climatizado, lanchonete, som ambiente, enfermaria, vestiários e equipe de instrutores.
No kart adulto, o preço por 20 minutos de corrida é R$ 49 por piloto.
No kart infantil, o preço por 15 minutos de corrida é R$39 por piloto.

Informações

Para assistir

No armário de Pedro moram todas as fantasias que ele usa para criar suas histórias mirabolantes. Na companhia de Leitão, um burro comilão, de Cintilante, uma fada tagarela, e de Hugo, um lobo-mau galante, o menino se aventura por uma inesquecível noite de magia e encanto. Tudo para afastar sua inevitável “adultice crônica”, que volta e meia o deixa sem criatividade para brincar.| Haverá rampas de acesso para cadeirantes, intérprete de Libras e legenda eletrônica. Antes da apresentação, deficientes visuais poderão vivenciar o cenário.

Informações

Para animar o final de semana

Como de costume, neste final de semana acontece a programação do clubinho Downtown. No sábado (22/03) tem o grupo de música Viva Gincana com jogos, oficina de musicalização, contação de histórias, confecção de instrumentos musicais e brincando com os sons. No domingo (23/03) o grupo Ipabebê e sua turma fazem a alegria da criançada, junto com oficina de música com mini instrumentos musicais, contação de história com a participação, dobradura, oficina de camarim e oficina de fantasia com confecção de tapa-olho. | As atividade começam a partir 16h. | Evento gratuito.

Informações

 

A menina que não dá mancada

18 mar

Uma menina que nunca deu uma mancada na vida: Beatriz era perfeita. Nunca se esqueceu de fazer lição de matemática, nunca usou meias descombinadas, sempre venceu o concurso anual de talentos na escola. Com isso, a menina detinha o recorde de perfeição em sua cidade, onde era conhecida como “A menina que não dá mancada”, título do livro dos americanos Gary Rubinstein e Mark Pett, que chega agora ao Brasil pela Autêntica Editora, com tradução de Cristina Antunes. A vida de Beatriz ia muito bem até que aconteceu o impensável: ela deu a primeira mancada… E de uma forma absolutamente pública!
Beatriz vivia em função de ser perfeita e nunca errar. Carlos, seu irmão menor, entretanto, faz tudo errado e, o pior, adora cometer absurdos, como mastigar giz de cera e desenhar com as vagens. Porém certo dia, na aula de culinária, Beatriz quase cometeu seu primeiro vacilo, quando escorregou e os ovos que segurava voaram pelos ares. Mas, não cometeu: com sua incrível habilidade de malabarista, pegou os ovos no ar.
Porém, apesar de ter evitado o “vacilo”, o episódio perturbou a menina. Naquele mesmo dia, Beatriz participaria de mais um concurso de talentos na escola. Tinha tudo para ser perfeita novamente, mas algo acabou dando errado, em frente a uma plateia lotada.
Leitura obrigatória para as crianças muito perfeccionistas, “A menina que não dá mancada” mostra que Beatriz é perfeitamente… Imperfeita. A história traz uma lição de aceitação dos próprios erros: aprender com eles, relaxar e rir de si mesmo. Afinal, errar também pode ser divertido!

A menina que não dá mancada
Autores: Gary Rubinstein e Mark Pett
Ilustração: Mark Pett
Tradução: Cristina Antunes
Número de páginas: 32
Indicação leitora: a partir de 8 anos

 

Para curtir no Rio…

13 mar

Para brincar

Para os dias 15 e 16 de março, IpaBebê prepara diversas atividades infantis para animar a criançada no Clubinho do Downtown. Para o sábado, as crianças vão se divertir com a Oficina de Circo com confecção de malabares, acrobacia de solo, contorcionismo e brincadeiras musicais com a Cia. Será Benidito. No domingo, o destaque fica para Oficina de Música com mini-instrumentos musicais, Brincadeiras Tradicionais, Contação de Histórias “A Dona Baratinha” e Oficina de Reciclado usando prato de papelão e tatuagem. As ações infantis do Clubinho do Downtown acontecem sempre a partir das 16h de sábado e domingo e a participação é gratuita. As atividades são voltadas para crianças de até oito anos de idade.

Informações


Para os rockeirinhos

No dia 16/03 acontece a tão espera festa Baby Boom.Chegou a hora dos pequenos se reconectarem com o rock and roll. Se sobrou glitter, plumas e roupa de oncinha dos dias de folia, aproveite e fantasie as crianças.
Os Djs Fabio Maia, Jorge Lz e a convidada mi$$ Jones farão a alegria dos rockeirinhos de plantão! |
Entrada: R$50 (R$25 com nome na lista. É só confirmar presença em www.facebook.com ). | Horário: das 17h às 22h.

Informações

Para assistir

Mr. Peabody é o cão mais inteligente do mundo. Ele acaba de construir uma máquina do tempo, mas ela é roubada por uma pessoa que pretende fazer várias viagens pela História. Imediatamente, o cão e seu ser humano de estimação, Sherman, devem correr para retomar sua invenção e impedir mudanças drásticas na história da humanidade.
Confira a sessão no cinema mais próximo

Informações

Para se divertir

O Shopping Barra Garden oferece uma programação especial para as crianças aos finais de semana.
Neste sábado dia 15/03 tem oficina de produção de porta-trecos a partir de 16h. Já no domingo, dia 16/03 acontece a apresentação de Teatro da Cia. Teatro de Bolso no Garden Space(1o piso) as 18h.

Informações

 

Enxoval do bebê

11 mar

A hora de fazer o enxoval do bebê é muito gostosa para as mamães! É um momento único e cheio de carinho eleger cada roupinha, manta, jogo de berço e todas as outras peças que a criança vai precisar nos primeiros meses de vida. Mas tão importante quanto escolher as peças que vão compor o guarda-roupa do mais novo membro da família é saber cuidar delas depois.

As roupas do bebê merecem cuidados especiais por serem tão delicadas e sofrerem com lavagens constantes. É bom que elas sejam higienizadas com sabão específico para peças delicadas, que deve ser dissolvido em água antes de ser colocado em contato com as roupinhas.

O enxágue deve ser feito com bastante água, para garantir que os resíduos de sujeira e o excesso de detergente sejam retirados, pois podem estragar as peças e causar coceiras, vermelhidões e até alergia, como orienta Ricardo Monteiro, gerente da Quality Lavanderia. Também é importante evitar a remoção de manchas com alvejantes que contenham cloro ou água sanitária, produtos que desgastam as fibras do tecido, causam manchas se utilizados incorretamente e podem provocar alergias.

Lave as peças com água fria, deixando-as de molho na mistura por 15 minutos. No final do processo, enxágue as roupas bem e use amaciante para suavizar o tecido. Passar perfume nas roupinhas? É melhor não. Há componentes em sua fórmula que podem prejudicar os tecidos.

Se for necessário guardar as roupas por muito tempo, use sacos de TNT para protegê-las do pó e dos raios de luz. Sacos plásticos não permitem que o ar areje as peças, o que é um convite para as manchas e o mofo. Se possível, evite-os.

Por fim, não se esqueça de limpar os itens que também entram em contato com o bebê, como travesseiros, almofadas, roupas de cama, cortinas, tapetes e bichinhos de pelúcia. Essas peças acumulam sujeira, poeira e ácaro, que são prejudiciais à saúde delicada do neném. Lavá-las com frequência, mesmo que não pareçam sujas, é uma boa ideia.

 
 

Cuidados especiais com as roupas das crianças

11 mar

A hora de fazer o enxoval do bebê é muito gostosa para os futuros papais (principalmente para as mamães)! É um momento único e cheio de carinho eleger cada roupinha, manta, jogo de berço e todas as outras peças que a criança vai precisar nos primeiros meses de vida. Mas tão importante quanto escolher as peças que vão compor o guarda-roupa do mais novo membro da família é saber cuidar delas depois, quando já estiverem em uso.

As roupas do bebê merecem cuidados especiais por serem tão delicadas e sofrerem com lavagens constantes. É bom que elas sejam higienizadas com detergente específico para peças delicadas, que deve ser dissolvido em água antes de ser colocado em contato com as roupinhas.

O enxágue deve ser feito com bastante água, para garantir que os resíduos de sujeira e o excesso de detergente sejam retirados, pois podem estragar as peças e causar coceiras, vermelhidões e até alergia, como orienta Ricardo Monteiro, gerente da Quality Lavanderia. “Também é importante evitar a remoção de manchas com alvejantes que contenham cloro ou água sanitária, produtos que desgastam as fibras do tecido, causam manchas se utilizados incorretamente e podem provocar alergias”, acrescenta Ricardo.

Prefira alvejantes à base de peróxido, diluídos com detergente em água quente a 60°C. Mas lave as peças com água fria, deixando-as de molho na mistura por 15 minutos. No final do processo, enxágue as roupas bem e use amaciante para suavizar o tecido. Passar perfume nas roupinhas? É melhor não. Há componentes em sua fórmula que podem prejudicar os tecidos.

Se for necessário guardar as roupas por muito tempo, use sacos de TNT para protegê-las do pó e dos raios de luz. Sacos plásticos não permitem que o ar areje as peças, o que é um convite para as manchas e o mofo. Se possível, evite-os.

Por fim, não se esqueça de limpar os itens que também entram em contato com o bebê, como travesseiros, almofadas, roupas de cama, cortinas, tapetes e bichinhos de pelúcia. Essas peças acumulam sujeira, poeira e ácaro, que são prejudiciais à saúde delicada do neném. Lavá-las com frequência, mesmo que não pareçam sujas, é uma boa ideia.

Agora é só vestir os rapazes e emperiquitar as meninas com roupinhas cheirosas, macias e bem conservadas.

 

Para curtir no Rio

06 mar

Oi Futuro

Quer levar seu filho para alguma atividade cultural? O espaço Oi Futuro é uma ótima escolha para o fim de semana com a sua família. Além de aprender muita coisa com as exposições, é possível se divertir com a programação das peças de teatro. Com duas filiais, uma em Ipanema e outra no Flamengo, o centro cultural apresenta a maior variedade para o seu entretenimento e cultura. No bairro do Flamengo, o Oi Futuro oferece uma exposição permanente no Museu de Telecomunicações

Informações

Centro Cultural Light

Que criança nunca se sentiu um grande cientista quando descobriu que uma pequena pilha ou bateria poderia gerar energia e fazer uma lâmpada funcionar? A eletricidade sempre foi objeto de fascinação dos pequenos em alguma fase da aprendizagem e é justamente com esse objetivo que o Centro Cultural Light mantém um espaço que oferece aos visitantes de todas as idades informações interessantes sobre a história da energia elétrica no mundo.

Informações

Caixa Cultural

A Caixa Cultural pretende manter um diálogo permanente com as nossas raízes culturais, realizando eventos para todas as idades, como espetáculos de música, teatro, dança, exposições de artes plásticas, fotografia, instalações e artesanato. O objetivo é gerar oportunidades a novos talentos da arte contemporânea e também possibilitar o acesso da população ao trabalho de artistas consagrados.

Informações

 

%&*#@!

04 mar


Pais e mães tentam criar os filhotes com a maior dedicação possível, não é mesmo? Eles querem que os pequenos sejam boas pessoas, gentis, bem-sucedidos, felizes… E fazem o que estiver ao alcance para que isso aconteça. Mas como proceder quando a criança surpreende um dia com um sonoro palavrão?! Há quem não se importe com isso, mas, verdade seja dita, certas expressões não devem estar na boca de criança.

Os adultos usam os xingamentos como forma de extravasar frustração, dor ou raiva, por exemplo. Já as crianças, costumam falar as tais “palavras feias” para se sentirem parte de um grupo e, na maioria das vezes, não têm a menor ideia do seu significado. Além disso, complementa a especialista, elas acabam apenas repetindo o que os pais falam.

- É muito negativo se os próprios pais falam palavrões com frequência. O uso diário dessas palavras, pelos meios de comunicação e pela sociedade em geral, também estimula a sua utilização.

A forma como os pais reagem com uma criança que fala palavrões pode ser determinante para a continuação (ou não) do hábito:

- Normalmente a reação dos pais frente aos palavrões é de divertimento ou bronca. É importante deixar claro eles não devem ser repetidos. Se mostrar calmo e indiferente também é uma boa opção para a não aprovação do uso de tais palavras. Quanto mais fuzuê for feito, mais a criança vai repetir os palavrões para chamar a atenção.

O melhor a se fazer é dar o exemplo. As crianças usam as palavras que ouvem por repetição. Os pais devem explicar clara e firmemente o porquê dos palavrões serem tão ruins e, como alternativa, outras palavras podem ser empregadas para mostrar desconforto em alguma situação ou mesmo divertimento. “Os pais podem inventar palavras engraçadas para dizerem e para a criança falar quando quiser demonstrar raiva ou felicidade, por exemplo”, ensina Dora.

Claro que, depois de uma certa idade, pode ser que elas usem palavrões entre amigos, como forma de aceitação social. Ficará difícil proibir quando essa hora chegar! Seja como for, ensine o seu filho a entender a adequação que cada situação exige. Falar palavrão na frente dos avós ou dos professores deve ser desencorajado. E lembre-se: um bom exemplo é a melhor forma de educar!

 

Palavrão

03 mar

Pais e mães tentam criar os filhotes com a maior dedicação possível, não é mesmo? Eles querem que os pequenos sejam boas pessoas, gentis, bem-sucedidos, felizes… E fazem o que estiver ao alcance para que isso aconteça. Mas como proceder quando a criança surpreende um dia com um sonoro palavrão?! Há quem não se importe com isso, mas, verdade seja dita, certas expressões não devem estar na boca de criança.

Os adultos usam os xingamentos como forma de extravasar frustração, dor ou raiva, por exemplo. Já as crianças, costumam falar as tais “palavras feias” para se sentirem parte de um grupo e, na maioria das vezes, não têm a menor ideia do seu significado. Além disso, complementa a especialista, elas acabam apenas repetindo o que os pais falam.

- É muito negativo se os próprios pais falam palavrões com frequência. O uso diário dessas palavras, pelos meios de comunicação e pela sociedade em geral, também estimula a sua utilização.

A forma como os pais reagem com uma criança que fala palavrões pode ser determinante para a continuação (ou não) do hábito:

- Normalmente a reação dos pais frente aos palavrões é de divertimento ou bronca. É importante deixar claro eles não devem ser repetidos. Se mostrar calmo e indiferente também é uma boa opção para a não aprovação do uso de tais palavras. Quanto mais fuzuê for feito, mais a criança vai repetir os palavrões para chamar a atenção.

O melhor a se fazer é dar o exemplo. As crianças usam as palavras que ouvem por repetição. Os pais devem explicar clara e firmemente o porquê dos palavrões serem tão ruins e, como alternativa, outras palavras podem ser empregadas para mostrar desconforto em alguma situação ou mesmo divertimento. “Os pais podem inventar palavras engraçadas para dizerem e para a criança falar quando quiser demonstrar raiva ou felicidade, por exemplo”, ensina Dora.

Claro que, depois de uma certa idade, pode ser que elas usem palavrões entre amigos, como forma de aceitação social. Ficará difícil proibir quando essa hora chegar! Seja como for, ensine o seu filho a entender a adequação que cada situação exige. Falar palavrão na frente dos avós ou dos professores deve ser desencorajado. E lembre-se: um bom exemplo é a melhor forma de educar!