Archive for novembro, 2013

Casa Ronald McDonalds

25 nov

Esse ano, nós do Zazá em Casa e o para Filhotes vamos ajudar na ceia de Natal da Casa Ronald McDonalds!

Estamos muito felizes por essa oportunidade.

Você também pode fazer parte desse exército do bem, clique no link e saiba mais. Nunca é tarde para ajudar!

http://www.casaronald.org.br

 

Novidade!

11 nov

Queridos leitores,

É com muito prazer que apresento uma importante colaboradora do nosso blog, a Dentista Denise Tanus, especializada em Odontopediatria com atendimento a gestantes, bebês, crianças, adolescentes e com 23 anos de experiência.
A Dra Denise, que é amiga querida do Zazá para Filhotes, aceitou nosso convite para escrever, uma vez por mês, dicas de cuidados que os pais devem ter com seus filhos desde bebês para a prevenção de cáries e a manutenção da saúde bucal, um tema que devemos ter tanto cuidado quanto com a alimentação.
E logo após a ela, não é?
Bom proveito,
Um beijo, Zazá

Vou começar falando do Bruxismo.
É o hábito de ranger os dentes, principalmente durante a noite. O paciente não percebe, pois ocorre no sono mais profundo. Pode causar sérios danos, já que acontece um desgaste grande da superfície dos dentes que perdem a forma e ficam lisos, prejudicando, dentre outras coisas, a mastigação e causando dores.
A causa geralmente esta associada ao estresse emocional.
O tratamento é feito com o uso de placas orais moles (silicone) ou duras (acrílico), que protegem os dentes do desgaste. Combinado a isso, é indicado abordagem psicoterápica de acordo com o perfil do paciente.
O número de casos de bruxismo tem aumentado bastante em crianças. Por isso, uma rotina tranquila na hora de dormir é o recomendado: Computador, jogos eletrônicos e filmes violentos ou que despertem tensão nas crianças, estão proibidos!

Um beijo,

Denise.

 

Para curtir o final de semana no Rio!

07 nov

Confira as dicas da Agenda KIDS in:

Para cantar

O Espaço Bimbo – Centro de Desenvolvimento Infantil – promove uma Roda de Música no Recreio, Rio, no próximo dia 10/11 (domingo). O encontro é voltado para crianças de até quatro anos e acontece de 10h às 12h, no calçadão do Posto 10, com entrada franca.

No local, a criançada vai conferir a estrutura com balões, chocalhos, pandeirolas e pandeiros para a realização das atividades musicais. Ao comando de professores do Espaço Bimbo, a criançada vai poder conferir canções como, Dona Baratinha, Alecrim, Alecrim e Pula, Pulguinha!

Informações

Para assistir

A Ocupação PAM do Teatro Glauce Rocha apresenta Núbia e a Terra Rasa. Musical infantil com banda ao vivo. Núbia é uma menina que sonha com a liberdade de viajar pelo mundo e resolve pedir asas ao amigo Vento. Ele, por sua vez lhe faz uma outra proposta, transformá-la em tulipa. E a janela da menina passa a ser, então, o ponto de partida para uma aventura repleta de flores e personagens inusitados. Sábado e Domingo às 16h | Ingresso: R$10 (inteira) e R$5 (meia).

Informações

Para criar

No sábado, dia 09 de novembro, acontece a oficina Imagens das sombras. Nessa oficina as crianças e seus pais irão pensar e criar diferentes imagens a partir da relação entre objetos diversos e a luz, entre imagem e poesia.
Idade mínima: 06 anos | Acontece no Instituto Moreira Salles a partir de 17hs.

Informações

Para dançar

Também no sábado, dia 09 acontece o show com a banda Partícula na Entretexto de Laranjeiras. As crianças poderão ouvir e cantar algumas canções super especiais.
10h – para crianças de 5 meses a 2 anos| 11h – para crianças de 2 a 7 anos.
Na parte da tarde, acontece uma jardineiras semeando histórias. Uma rica contação de histórias.
16h – para crianças de 5 meses a 2 anos | 17h – para crianças de 2 a 7 anos.

Reserve a participação através do email: sac@entretexto.com.br

Informações

 

Alimentos saudáveis da ponta da língua

06 nov

Você tem uma criança com mais de dois anos de idade que está, a cada dia, aprendendo novas palavrinhas? Então, está na hora de conhecer um aplicativo para iPad e iPhone chamado “Play Words: Foods”, que ensina nomes de alimentos saudáveis para os pequenos em três línguas diferentes.

Para saber mais sobre este gostoso aplicativo, veja a entrevista que a KIDS in fez com o criador, Sandro Morishita:

KI – O que te motivou a criar o aplicativo?
SM – A importância para as crianças, nos dias de hoje, em aprender mais de uma língua que vai ajudá-las no futuro. Decidimos fazer isso de uma maneira divertida e com apelo visual para manter a atenção dos pequenos. Outro motivo foi criar um aplicativo para ensinar os nomes de alimentos saudáveis às crianças, para que os conheçam desde bem novinhas. Dessa forma, irão reconhecer esses alimentos quando os pais começarem a apresentá-los realmente no dia-a-dia, no momento das refeições.

KI – Como as crianças aprendem os nomes dos alimentos?
SM - Nós criamos o app para que fosse o mais simples e intuitivo possível. Dessa forma, as crianças aprendem brincando. No aplicativo, apresentamos diversos cenários, bonitos e coloridos, onde existem diversos alimentos espalhados. O aplicativo pergunta, de forma escrita e sonora, onde está determinado alimento, e com o auxílio do nosso mascote, o macaco Luc, a criança começa a interagir. Caso ela toque no alimento correto, o macaco fornece uma animação positiva de recompensa; caso ela toque no alimento incorreto, Luc alerta a criança e ela pode tentar novamente. Caso a criança passe mais de dez segundos sem saber a resposta correta, o aplicativo indica.

KI – Em quais línguas elas aprendem esses nomes?
SM - O aplicativo é trilíngue: português, inglês e espanhol. Sentimos falta de aplicativos de qualidade em português do Brasil, e esse foi mais um incentivo para criarmos o nosso aplicativo. O inglês e o espanhol são outras duas línguas que têm extrema importância para as crianças nesse futuro próximo, no qual a pessoa que domina mais de uma língua pode ter mais oportunidades na vida adulta. Todas as perguntas e respostas, tanto escritas como em áudio, estão nas três línguas. Escolhemos vozes femininas e agradáveis para interagirem com as crianças.

KI – A partir de que idade as crianças podem jogar?
SM – A partir dos dois anos de idade, que é quando começam a soltar mesmo a língua e identificar os objetos mais cotidianos. A ideia é que aprendam os nomes de alimentos saudáveis o quanto antes e passem reconhecê-los também no mundo real.

KI – As crianças precisam da ajuda dos pais para jogar?
SM – Não. Todo o conceito visual e usabilidade foram pensados para serem os mais simples e intuitivos possíveis. Fizemos testes com diversas crianças antes do lançamento e a atual geração já está mais do que receptiva a esse tipo de interação via toque dos smartphones e tablets. Além do aplicativo em si, temos a nossa fan page no Facebook, pela qual interagimos com os usuários do aplicativo e mantemos um canal de comunicação direta com eles, informando as novidades e updates do nosso aplicativo. Lá recebemos também sugestões do público para melhorias e novos conteúdos.