Archive for junho, 2013

Para curtir no Rio!

27 jun

Confiram a programação para curtir o final de semana da Agenda KIDS in.

Mini chefs

A partir do próximo dia 02 de julho, na Hebraica Rio, vai começar uma colônia de férias diferente, a Mini Chefs. Os professores vão ensinar crianças de 6 a 11 anos sobre noções de higiene, sustentabilidade e manuseio e transformação de alimentos. As aulas vão acontecer uma vez por semana, sempre às terças-feiras, das 14 às 17h, e terão o limite de 20 mini chefs por turma. Quem quiser fazer apenas uma aula, o valor será de R$120,00. Para os que participarem das cinco turmas, o investimento total será de R$520,00.

Informações

Fotografia para os pequenos

Em julho acontece o workshop de fotografia para crianças de 07 a 12 anos, no Ateliê da imagem. Acontecerá de 15 a 19/07 (de segunda a sexta das 10h as 13h). Esta oficina visa estreitar um primeiro contato entre a fotografia e as memórias afetivas das crianças, onde o processo criativo em curso irá apontar os caminhos dos pequenos olhares que se formam e constroem suas histórias. Esse “start up” aproxima muitas vezes a criança do seu percurso fotográfico e artístico, caminhando assim com seu próprio olhar.

Informações

Universidade monstros

Já estreou nessa semana o filme “Universidade Monstros”. A animação mostra acontecimentos anteriores ao filme “Monstros S.A.”, no qual Mike e Sulley são parceiros de trabalho. No novo longa, o cotidiano, as festas e as aventuras da época da faculdade dos monstros é retratado. O filme vai mostrar também que os hoje inseparáveis, monstros se detestavam quando se conheceram e como surgiu a amizade entre eles. Além de contar com personagens do primeiro filme, “Universidade Monstros” apresenta também várias criaturas novas.

Informações

 

É tempo de se esbaldar com os quitutes juninos!

25 jun

Conta a História que as celebrações juninas surgiram na época pré-gregoriana, em comemoração à fartura das colheitas, no solstício de verão, quando era preparada uma grande festa pagã para agradecer a fertilidade da terra. Essa festa acontecia no dia 24 de junho.

Aos poucos, a festa foi sendo difundida por todo o Brasil, tendo chegado ao nosso país por meio da colonização dos portugueses. Aqui, as festas juninas têm sua tradição ligada à figura simples do caipira e estão muito enraizadas nos dias dos santos católicos: Santo Antônio (13), São João e São Pedro (ambos no dia 24) e São Paulo (29).

Junho é uma época deliciosa… É quando o friozinho começa a dar as caras e o milho está em evidência em nossas plantações, sendo a base da maioria dos alimentos consumidos nas festas juninas.

Entre tantos pratos deliciosos, podemos destacar a canjica, o curau, a pipoca, a pamonha, o bolo de milho, o caldo de milho e o milho cozinho.

Mas não é apenas o milho o senhor da festa! Cada região do país tem sua gastronomia junina ligada às características da localidade. Várias são as opções para se fazer uma boa comemoração junina. O mané pelado, por exemplo, é um bolo feito de mandioca crua, ralada; já a paçoquinha é feita de amendoim torrado, bolacha de maisena e leite condensado; a maça do amor é uma maça mergulhada em calda de açúcar, com cabe de palito de picolé; bolo de coco’cachorro-quente, o delicioso pãozinho com molho e salsicha; pé de moleque, feito com rapadura e amendoim torrado; pinhão cozido, uma castanha característica do sul; e o famoso quentão, feito com gengibre, canela e pinga.

Foi difícil escolher a receita que figuraria aqui nesta época tão especial, pois as opções são tantas e tão deliciosas… Decidi, enfim, escolher o mané pelado, um bolo delicioso feito de mandioca, coco e queijo.

Mané Pelado

Ingredientes

1 prato fundo de mandioca ralada sem espremer

1/2 prato de queijo curado ralado

1/2 prato de coco ralado (in natura e ralado rusticamente)

2 copos de açúcar

2 colheres (sopa) de manteiga

1 copo de leite

200 ml de leite de coco

1 colher de fermento em pó

4 ovos

1 pitada de sal

Como fazer

Em uma bacia, junte a mandioca, o açúcar, o sal e a manteiga. Misture bem;

Em seguida, coloque os ovos, o leite, o leite de coco, o queijo ralado e o coco ralado. Misture bem até obter uma massa homogênea;

Por último, coloque o fermento e mexa de baixo para cima, até incorporar o ingrediente à massa;

Coloque a massa em uma forma untada com margarina e farinha de trigo;

Leve para assar em forno pré-aquecido, com temperatura de 180 graus, por 45 minutos (o tempo pode variar com o forno).

Eita! Agora faça sua festa, seja em que região do país estiver e experimente outras receitas típicas para esta época do ano.

Um beijinho,

Zazá

 

Para curtir o final de semana no Rio

20 jun

Confiram a programação da agenda KIDS in:

Música para os pequenos


Você já ouviu falar em Musicalização infantil? É o curso que a escola de música BSB Musical criou para seus mais novos aluninhos (literalmente!), dos 8 meses aos 7 anos. Nas aulas de Musicalização Infantil, a criança aprende (por observação, imitação e experimentações através da manipulação de objetos que produzam ruído, instrumentos, músicas, canções e danças) a percepção sensorial e motora, a disciplina pessoal, e a construção de conceitos de propriedades do som.

Informações

Futebol Mirim

Nos próximos domingos de junho, dias 23 e 30, o Botafogo Praia Shopping oferece atividades recreativas para as crianças no clima de Campeonato de futebol, das 15h às 19h. Haverá camarim maluco no 2º piso (em frente ao Café Sorelle) do Botafogo Praia Shopping. Também haverá caricaturistas nos dias de jogos do Brasil .

Informações

Peça teatral infantil

A Floresta de Pati apresenta diversos bichinhos e espécies, a fauna e a flora onde a bebezinha Pati interage com bichinhos dublados. Após o grande sucesso de “O Cirquinho de Luísa” e “O Bebê e o Mar”, a Cia. Teatro para Bebês apresentsa o terceiro espetáculo para bebês com o tema da floresta e a grande metáfora ambiental como “o pulmãozinho do mundo”. | Sábados e Domingos, às 15h30 | Ingressos: R$ 40,00 e ingresso bebê/infantil: R$ 20,00 (meia entrada).

Informações

 

Arte de gente grande para gente pequena!

18 jun

Por Marcella Sarubi

A ”trupe” de “O Pequeno Cidadão”

A infância é um mundo cheio de fantasia! Não há uma pessoa que não tenha lembranças boas (outras nem tão boas, mas a vida é assim mesmo, não é?), mágicas, imaginárias e, principalmente, cheias de saudade e, até, romantizadas. Mesmo das coisas que não eram tããão agradáveis assim, os adultos acabam recordando. Seja das férias na casa da avó, um antigo brinquedo, uma professora chata, aquela casa na árvore… Vai dizer que você nunca ficou com os olhos marejados ao se deparar com modismos, brinquedos ou escutar músicas da sua infância?

Esse bauzinho incrustado dentro de nós, cheio de lembranças do passado, é parte do que somos. Porque, afinal, não há quem não tenha sido criança. Talvez seja por isso que diversos artistas brasileiros, cuja obra é feita para o público adulto, acabem produzindo alguma coisa para os pequeninos em um dado momento da carreira. Esse flerte com o universo infantil pode ser também um retorno à própria infância… Pode ser saudade. Mas também pode ser uma demonstração de amor, ou para agradar aos filhos… ou apenas, quem sabe, para homenagear a garotada.

“O Pequeno Cidadão”

O CD “O Pequeno Cidadão”, por exemplo, foi todo inspirado nos filhotes dos músicos (são nove crias, ao total) Arnaldo Antunes, Edgard Scandurra, Antonio Pinto e Taciana Barros, e também nas lembranças de infância dos artistas. Após lançarem o CD, em 2009, a trupe estendeu o projeto e elaborou, um DVD de animação, no qual as 14 faixas musicais se transformaram em clipes delirantes, que viajam por diferentes linguagens e estilos. “Fizemos o som como curtimos, sem pensar em ter uma linguagem sonora infantil. As letras que deram a liga ao universo da criança. Aliás, algumas músicas foram mesmo compostas por nossos filhos”, explica Taciana, de quem foi a ideia de criar “O Pequeno Cidadão”.

Para a musicista, lançar-se na empreitada foi uma experiência incrível e muito emocionante, principalmente pelo aprendizado e momentos de amor que ela e os filhos, Luzia, 10 anos, e Daniel Scandurra, de 23, tiveram ao lado dos outros três companheiros – Arnaldo, Edgard e Antonio – e seus filhos:

- Desde os anos 80 nós quatro somos amigos e parceiros. Colocamos os filhos na mesma escola, inclusive. Nos encontrávamos nas festinhas de fim de ano e, claro, cantávamos juntos. Um dia tive essa ideia e convidei os três, que toparam na hora. Demorou um tempo pra acertarmos as agendas, mas quando começamos, fluiu rapidamente. Tivemos vários momentos de amor e de diversão ao longo da produção, sem falar na ‘corujice’ e na alegria de ver e ouvir os pequenos cantando e bagunçando juntos.

“O Pequeno Cidadão” ainda se desdobrou em mais atrações para deleite do grande público: o grupo produziu um vinil com a bolacha azul (!). Eles também fizeram dois livros: “A Fantástica Viagem do Pequeno Cidadão”, e, em outubro deste ano, lançaram a segunda publicação, “Tchau Chupeta”.

“Música de Brinquedo”

O Pato Fu, grupo que faz rock alternativo desde 1992, liderado pela vocalista Fernanda Takai e que tem ainda como membros John Ulhoa, Ricardo Koctus, Xande Tamietti e Lulu Camargo, também entrou nessa onda sonora. Depois de uma carreira de quase duas décadas gravando músicas para adultos, lançou, em 2010, o “Música de Brinquedo”; um CD com repertório pop adulto, porém gravado com instrumentos de brinquedos em miniatura. Isso mesmo, o álbum foi todo feito com instrumentos de brinquedo, e mais, com a participação de vozes de crianças, filhos dos componentes da banda. Clássicos do cancioneiro popular brasileiro e mundial fazem parte do projeto. Há “Primavera”, de Tim Maia, “Ovelha Negra”, de Rita Lee e Sonífera Ilha, do Titãs. Já entre as músicas internacionais, a turma gravou “Love me tender”, interpretada por Elvis Presley, e a doce “My Girl”, de Smokey Robinson e Ronald White.

- Acho que é um álbum para todas as idades. Escolhemos um repertório pop adulto que usa a sonoridade dos brinquedos e miniaturas. As vozes das crianças que cantam no disco é que aproximam o público mais jovem de nós. O mais legal disso tudo é ver todo mundo se divertindo no show e saber que as pessoas ouvem bastante o disco em casa, no carro… – comenta Fernanda Takai.

Já John Ulhoa, guitarra solo, violão e vocal apoio da banda, diz que fazer o CD foi muito divertido em todos os aspectos, mas um pouco trabalhoso:

- Planejamos para cada instrumento soluções para melhor ser gravado, um verdadeiro laboratório. E tivemos que aprender a incorporar na música os defeitos ‘de fábrica’ que instrumentos de brinquedo têm – desafinações, falta de notas, ruídos estranhos.

“Par ou Ímpar”

Mas além desse experimentalismo – coisa que, aliás, faz parte da infância -, o que esse povo fez mesmo foi se divertir ao elaborar “Música de Brinquedo” e mais, dar diversão às crianças, complementa Ulhoa:

- Procuramos fazer com que as crianças apenas se divertissem com aquelas canções que nunca tinham ouvido, sem exigir que fossem afinadas ou cantassem como se fossem um coral infantil. Buscamos registrar a maneira espontânea que elas têm de reagir às músicas.

Mas não é só na música pop-rock que a garotada anda tendo vez na vida de artistas “de gente grande”. Na música popular também. A dupla Kleiton e Kledir, na estrada desde os meados da década de 70, lançou este ano, pela gravadora Biscoito Fino, o álbum “Par ou Ímpar”.

A dupla levou os filhos Kamila, Karina, Kaio, Julia e João, já não tão crianças assim (o menorzinho tem hoje um metro e oitenta de altura), e crianças com menos idade foram convocadas entre os amigos. Uma gurizada animada que, além de cantar, transformou a gravação em festa, bagunça e um ótimo clima de descontração. As músicas têm como tema bichos, mágicos, bruxas, pirulitos estranhos, pum perfumado e brincadeiras de rua.

O nome do CD remete, obviamente, à antiga brincadeira de “tirar par ou ímpar”, mas tem um sentido mais abrangente: o fato de, em um cotidiano rodeado de tecnologia, o “par ou ímpar” continuar sendo utilizado até hoje para decidir “pelejas”, escolher “a vez de quem vai brincar”, ou começar uma brincadeira:

- O que se vê hoje em dia, por exemplo, é que na hora de escolher quem é o primeiro a jogar Winning Eleven, os garotos decidem no par ou ímpar. Sinal de que, assim como tantas outras coisas na vida, certas brincadeiras de infância também vão se tornando clássicas. É nessa direção que aponta o nosso disco.

O CD traz outras duas curiosidades: “A Bruxa”, primeira música feita por Kleiton, quando ainda era criança, e “Lindinha”, canção de ninar que Kledir compôs quando a filha Julia nasceu.

“Keka tá na Moda”

Helen Pomposelli

Quem também não ficou de fora desse universo especial foi a produtora de moda Helen Pomposelli, que, depois de lançar o primeiro livro do que pretende ser uma trilogia, o “Keka tá na Moda”, lançou “As saias de Keka” e viu sua obra ser transformada em peça de teatro, em setembro deste ano.

Apesar de ter trabalhado para crianças, como professora primária e depois como professora de artes, em sua carreira como fashionista, Helen nunca tinha produzido nada voltado diretamente para esse público:

- Resolvi escrever livros para crianças quando senti a necessidade de ensinar cultura de moda de uma maneira mais lúdica, seguindo a história das sociedades, da cultura, da arte e até da música. A ideia foi ensinar a moda como um braço da arte, que pode ser usada em qualquer momento da vida. Não necessariamente para quem quer ser estilista ou seguir carreira no mundo fashion. Poder passar e ensinar conhecimentos para as crianças é muito gratificante. A Francesca, minha filha, também foi um link que me incentivou a trabalhar com crianças, por isso, Keka é em homenagem a ela, um apelido carinhoso da minha pequena.

No que diz respeito ao processo criativo, Helen é taxativa em dizer que eles se assemelham, tendo, apenas, objetivos diferentes: “Para crianças, eu procuro passar uma mensagem positiva que dê embasamento para que cresçam com valores bacanas. Já para os adultos, busco mostrar outras maneiras de se ver a vida, de uma forma mais leve, mais fresca e sem barreiras para ser feliz”.

E não para por aí…

Muitos outros artistas nacionais também dedicaram um pedacinho de seu trabalho às crianças. Chico Buarque, com Saltimbancos, Adriana Calcanhotto com seus “Partimpins”. Ferreira Gullar é outro, antigo nessa moda, que já escreveu diversos livros para a garotada, como “Um gato chamado Gatinho”, o primeiro deles e que até inspirou uma música gravada pela mesma Adriana Calcanhotto que vale a pena conferir, intitulada “O Ron-ron do Gatinho” (no Youtube há uma versão linda de Calcanhotto ao vivo, cheia de efeitos sonoros). Adélia Prado escreveu “Quando eu era pequena” e “Adélia vai à escola”… Já Clarisse Lispector, “O mistério do Coelho Pensante”. E tem muito mais: Jorge Amado, Érico Veríssimo… Já nas artes plásticas, o brasileiríssimo Candido Portinari deu suas pinceladas em flerte explícito com o universo infantil.

Agora que você está cheio de dicas para seus filhos – e que você também vai curtir – está esperando o quê?

 

Para curtir o final de semana no Rio

13 jun

Já montou o roteiro para este final de semana?

Fique por dentro da agenda KIDS in:

arraiá da trupe

O arraiál da Trupe vai animar sua sexta-feira (14/06) com as crianças. Haverá muita música, quadrilha, e claro, comidas típicas! Levem os pequenos fantasiados de caipiras , junto com um prato de doce ou salgado. Onde: Praça do Pomar – Rua Érico Veríssimo – Barra da Tijuca | Horário: A partir de 14:30 hs

Informações

arraiá casual kids

A marca de roupa infantil Casual Kids vai promover no próximo sábado, dia 15 de junho, uma festa junina regada à brincadeiras e guloseimas. O evento vai contar com a presença dos animadores Axulé e Axupé, que conduzirão as atividades, com contação de histórias, desenho, música e dança. Além disso, os presentes poderão se deliciar com quitutes típicos de festas juninas e ainda ganharão brindes surpresas.

Informações

anarriê

Comidinhas típicas, brincadeiras, oficina de arte e brindes vão fazer a alegria da garotada no evento gratuito que o Espaço Embaixo da Mangueira promove no próximo sábado, 15 de junho. Os pequenos vão participar de uma oficina onde poderão criar bandeirinhas para levar pra casa. Horário: 10 às 14hs.

Informações

arraiá espaço ciência

A festa Junina no Espaço Ciencia Viva acontece dia 15/06 de 15h às 18h com muitas brincadeiras, música, comidas típicas e jogos! Leve os pequenos para curtirem esse arraiá,sô! Entrada franca.

Informações


 

Agendinha Carioca

11 jun

Em maio, foi lançado um guia repleto de serviços e dicas que compreendem desde o período da gestação, passando por dicas para montar o enxoval, decorar o quarto do filho, onde se vestir, quais os programas legais para fazer na cidade com crianças, que cursos podem fazer, com quem decorar as festas e muito mais, a Agendinha Carioca! Escrito pela Antonia Leite Barbosa, tem mais de 850 contatos, incluindo o nosso ZAZÁ para Filhotes e é um livro indispensável para pais descolados.


Já conhecem? Vale muito a pena! Somos fãs e recomendamos!

Beijos,

Zazá.

 

Para curtir o final de semana no RJ

06 jun

Já pensou em montar o roteiro do final de semana com os filhotes?

Fique por dentro da agenda KIDS in:

o mercado

O evento O Mercado faz mais uma edição nos dias 08 e 09 de junho na Casa de España, reunindo moda, arte, música e gastronomia em um ambiente agradável e familiar. E os pequenos vão poder aproveitar e fazer suas comprinhas: diversas grifes infantis vão estar presentes, com lançamentos e liquidações especiais. O evento, com entrada gratuita, funciona das 14h às 21h e promete um final de semana cheio de amor e criatividade!

Informações do local


arraial da providência

Arraial da Providência está em sua 10ª edição e já se tornou uma das mais populares e concorridas festas juninas. São três dias de muita alegria, música, brincadeiras, comidas e bebidas típicas da roça e quadrilha. Data: 07 a 09/06 | Horário: Sexta: Das 17h à 1h / Sábado: Das 13h à 1h / Domingo: Das 13h à 0h Local: Jockey Club da Gávea, Praça Santos Dumont, 116 – Gávea | Preço: Até às 20h – R$ 20,00 Depois das 20h – R$ 40,00. Crianças até 1 metro não pagam.

Informações do local


arraiá do bem

A tradicional Festa Junina da Casa de Francisco de Assis. Serão 6 horas ininterruptas de música ao vivo, com artistas vindos diretamente do Nordeste para a festa. Haverá ainda prêmio para o casal mais bem caracterizado, dança da laranja, quadrilha, barraquinhas de comidas típicas e brincadeiras infantis, e muita música boa. | Data:08/06 | Horário: 15 às 21h | Local: Laranjeiras – R. Ipiranga, 70 – Laranjeiras | Preço: Antecipados a R$ 15,00. No dia da festa, a R$ 20,00. Crianças até 6 anos não pagam, desde que acompanhadas pelos pais ou responsáveis.

Informações do local

madagascar

Alex, Marty, Glória e Melman levavam uma vidinha pacata na África, até Alex acordar de um pesadelo aterrorizante onde tudo a sua volta se tronara seco e sem vida. Seus amigos se transformaram em animais rabugentos e caquéticos. Então, vem em sua cabeça a latente ideia de voltar para “casa”. Horário: sábados e domingos às 17h. Ingresso R$ 50,00 – Levando um livrinho usado paga-se meia entrada.

Informações do local

Gostaram das dicas?

Então aproveitem!

Beijos, Zazá